Amor em Londres entrevista cover

Seu primeiro livro já é um sucesso: Conheça Mia Klein

By on August 28, 2014 . Category Em Português

Mia Klein é uma jovem de 31 anos, que, como ela mesma diz, é “cheia de imaginações!” Atualmente reside em Pouso Alegre, uma cidade no sul de Minas Gerais. Seu ebook “Amor em Londres” está fazendo o maior sucesso e por isso resolvemos indicá-lo como leitura de fim de semana para nossa base maior de 18 anos. Sim, ele é um romance quente. Conversamos com a autora, confira!

 

Parabéns pelo seu livro: “Amor em Londres”. Por que as pessoas devem lê-lo e quanto tempo você levou para escrevê-lo?

Sempre fui uma leitora assídua. Desde pequena fui incentivada a ler e ao crescer não perdi o gosto pela leitura. Em 2014 resolvi me aventurar na escrita e aproveitei a Copa Mundial (não sei o porquê desta data) para colocar o meu plano em ação. Levei praticamente um mês e alguns dias para escrever o livro. Quando dormia ou acordava, pensava em novas cenas e situações para os protagonistas, o que, aliado aos meus leitores, me incentivou a continuar até o final.

Eu sempre aconselho quem me pergunta se deve ou não ler o meu livro. É um livro clichê? Sim. É romântico? Sim. Tem muitas cenas eróticas? Não. Meu propósito era escrever um romance com sexo, mas não um livro erótico em sua totalidade. E por isso a importância do gosto de cada um. Além disso, é um livro voltado mais para o público feminino, mas nada impede que homens o leiam, apesar de ser um tanto meloso. E é aquela história: gostou da capa e da sinopse? Então dê uma chance ao bebê!

 

Por que você resolveu colocar ele no Widbook e o que você mais gosta na plataforma?

Eu procurava plataformas gratuitas para novos escritores, quando encontrei o Widbook. Queria opiniões, notas e críticas! Eu não conhecia esta plataforma e quando entrei no site para ver, achei muito funcional e bem feito. A primeira característica que me chamou a atenção foi o design. Eu gosto de sites bem estruturados e fáceis de navegar e isso me atraiu mais ainda no Widbook. A facilidade para postar os capítulos, títulos, organizar o texto… Tudo muito intuitivo.

 

Você está lançando seu livro. Pode já falar um pouco sobre isso?

Atualmente, meu livro está na loja virtual www.amazon.com.br. Ele é vendido por um preço que cabe no bolso de cada leitor. Seu formato é em e-book e estou conversando com algumas editoras para publicá-lo fisicamente. Algumas pessoas já pediram e eu estou correndo atrás para realizar este meu sonho e para dar a oportunidade aos leitores que querem ter o Theo e Sophia em suas estantes.

 

Quais as principais dicas para quem está começando, louco para ser lançado?

Eu não sou a pessoa mais indicada para dizer como começar. Eu simplesmente comecei e fui até o final. Sei que algumas vezes é difícil começar a escrever e dar continuidade a uma história. Algumas pessoas têm o que chamamos de bloqueio literário – que é aquela hora que você não consegue escrever nada. Mas, eu posso dizer, não importa quanto tempo você demore para terminar o livro, o importante é começar. Faça uma lista das situações que você quer que ocorra no livro. Coloque-as no papel. Protagonistas e suas características físicas e personalidade, onde moram, o mocinho, o bandido, o que eles farão um contra o outro, ou seja, faça uma timeline de seu livro com tudo o que acontecerá. Depois disso, é colocar a mente para funcionar! Imaginação é tudo!

 

Como você se imagina daqui a alguns anos?

Após Amor em Londres não pretendo mais parar de escrever. Eu gostei desta experiência e procurarei estudar melhor formas de se escrever um livro, pois não tive apoio de nenhum profissional ou estudei Letras para publicar a minha obra. Tudo foi como um hobby e eu acabei me apaixonando ainda mais. Daqui a alguns anos eu espero estar com vários livros escritos fazendo a mente de cada leitor viajar comigo nas páginas que eu escrevi. Outro ponto importante: a comunicação e amizade com as pessoas. Sou muito comunicativa e gosto do contato com os leitores. E isso não tem preço. Quero ter muitos livros publicados e muitos companheiros de leitura.

 

Tags

See Also

Mariana Sgambato: Do Widbook ao livro físico

Read More       →